22 janeiro 2010

Rojões à moda de Aveiro

Esta é uma das comidinhas da mamã e a qual tem imensas vantagens! É saborosa e ideal para aqueles dias em que não sabemos bem o que fazer, ou então, quando o tempo é escasso e precisamos de algo mais rápido!
Estes rojões são à moda de Aveiro, uma terra fantástica, cheia de lugares graciosos e com uma ria lindíssima... Gosto particularmente das casas antigas junto à ria, da sua arquitectura, enfim, desde pequenina que me lembro de visitar Aveiro pois a minha vovó era de lá!

Mas voltando aos rojões, deliciosos por sinal, vou explicar como se faz!
Ora bem, em primeiro deve ser com carne fresca! Cá em casa temos o dito do porquinho e quando se dá a chamada matança, guarda-se sempre uns bocados de carne para os rojões =)
Assim sendo, parte-se pedaços de carne fresca de porco, mas bocados não muito pequenos! Tempera-se com sal e deixa-se estar de um dia para o outro!
No outro dia, coloca-se um pequeno fio de azeite num tacho, em lume brando, juntando também vários bocados de toucinho do porco, a chamada banha! Aqui não estou a dizer medidas porque isto é tudo muito relativo, tanto da quantidade de carne como do tamanho deles!
Então, deixa-se ferver o toucinho e junta-se os bocados de carne para cozerem, mas sempre em lume brando. Depois de a carne estar cozida, coloca-se ou em taças de plástico, ou numa taça de barro ou até mesmo uma panela que não se use tanto! No entanto eu prefiro utilizar as de barro!
Deita-se a carne sobre elas e por cima, a banha onde a carne cozeu de modo a que fique toda tapada! E prontos, é fácil... e a banha é óptima para ajudar a conservar na carne durante algum tempo... No entanto se a carne estiver no frio dura ainda mais e quando for para servir, não necessita de colocar toda a banha, mas sim a carne a aquecer com um pouco da banha e, claro, em lume brando!
Fica óptima para se comer junto com umas batatinhas cozidas e com legumes! =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário